Editora Impérium
Product ID: 131
Product SKU: 131
New In stock />
Manual Prático do Condomínio, Síndico e Condôminos - 3ª Edição

Manual Prático do Condomínio, Síndico e Condôminos - 3ª Edição

Destaque Lançamento

Marca: Editora Impérium Referência: 9786588491508


De R$ 189,00
Por:
R$ 152,00
Economize  R$ 37,00

R$ 144,40 à vista com desconto Boleto - Vindi
ou 6x de R$ 25,33 Sem juros
Simulador de Frete
- Calcular frete

Autor: Ivan Horcaio – 3ª Edição/2022  - 702 páginas  - Acabamento: Brochura - Formato: 16x23 - ISBN: 9786588491508

Tópicos:

- Quóruns em assembleias

- Assembleias ordinárias e extraordinárias

- Responsabilidade civil e penal do síndico

- Direitos e deveres dos condôminos

- Exclusão de moradores antissociais

- Previsão orçamentária

- Gestão financeira

- Como tratar a inadimplência

- Legislação condominial comentada

- Locação de baixa temporada

- Despesas ordinárias e extraordinárias

- Aspectos trabalhistas para os funcionários

- Áreas comuns e privativas

- A garagem no condomínio

- Locação de curta temporada

 

Atualizado com as leis:

Lei 14.309/22 - Regulamentação das assembleias virtuais

Lei 13.709/18 - Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais - LGPD

 

Agradeço a todos a oportunidade de publicar esse livro em sua terceira edição. A cada edição eu consigo detalha-lo mais, por conta das aulas e palestras que dou.

Uma coisa que não mudou nesses anos, e foi um tema que deixei bem claro desde o início é que de que a administração de um e um condomínio, vai ficando mais complexa e mais exigente.

Cada vez mais é necessário profundo conhecimento e aprofundamento dos conhecimentos do síndico, seja ele morador ou profissional e o auxílio de empresas especializadas para acompanhar e auxiliar a sua gestão, tais como assessoria administrativa, assessoria jurídica e auditoria.

A ideia de um síndico com apenas muita boa vontade ficou para trás e deixou de ser realidade há tempos. Aquele síndico que acorda de madrugada para apagar as lâmpadas, embora seja uma preocupação louvável, pois normalmente ele não paga esse tipo de despesa, ou seja, ele está defendendo os interesses de todos condôminos, já não é mais suficiente.

Assim, é normal que ele procure se aprofundar no assunto e se cercar de conhecimento sobre os aspectos condominiais e sobre aqueles personagens que o envolvem.

O presente livro esclarece todas as dúvidas mais comuns sobre o tema e ainda repassa informações que muitas vezes estão encobertas e na hora que surgem se traduzem em verdadeiras surpresas e obstáculos. Tudo isso adquirido em mais de 20 anos de atuação como administrador, síndico e advogado.

Seu principal objetivo é suprir as informações com relação às demandas administrativas e burocráticas de um condomínio. Para tanto, fornece orientação ao síndico, que pode fazer consultas no momento em que elas surgirem ou informar-se previamente de uma leitura técnica, porém que foi elaborada de uma forma muito acessível. Em síntese, ele colabora com o trabalho do síndico e também das administradoras de condomínios.

Em seu conteúdo é possível encontrar quase 1000 questões amplamente comentadas e fundamentadas na legislação vigente, de modo a não ficar nenhuma dúvida sobre a questão.

Os conteúdos estão divididos de forma prática, sem misturar assuntos e permitindo a localização dos temas facilmente.

Ele está atualizado quanto a legislação vigente, particularmente em relação à Lei 14.309/22, que regula as assembleias virtuais e à Lei 13.709/18, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais – LGPD, sendo dirigido, a além dos síndicos, aos advogados que militam na área e aos condôminos, que desejam e precisam estar informados sobre o mundo condominial.

 

Capítulo I - O SÍNDICO

1.1. As atribuições do síndico profissional

1.2. O mandato do síndico profissional

1.3. Eleição de um síndico profissional

1.4. Ajuda de profissionais para aumento da eficiência

1.5. As armadilhas da profissão

1.5.1. Sempre orçar

1.5.2. Limite ao poder de demitir

1.5.3. Alteração de destinação de área comum pelo síndico

1.6. Síndicos desonestos

1.6.1. Casos mais comuns

1.6.1.1. Não convocação de assembleia

1.6.1.2. Não prestação de contas

1.6.1.3. Desvio de dinheiro

1.6.1.4. Decidir tudo sozinho

1.6.1.5. Combinação entre síndico e terceiros

1.6.1.6. Como acabar com a situação

1.6.1.7. Como se blindar

1.7. Responsabilidade legal do síndico

1.7.1. Responsabilidade civil

1.7.1.1. Danos morais

1.7.2. Responsabilidade trabalhista

1.7.3. Responsabilidade penal

1.7.4. Alguns casos

1.7.4.1. Prestação de contas

1.7.4.2. Inadimplência - ausência de cobrança

1.7.4.3. Inadimplência - danos morais

1.7.4.4. Funcionários - litígios

1.7.4.5. Obras - aprovação em assembleia

1.7.4.6. Obras - acidentes com funcionários

1.7.4.7. Elevadores - manutenção

1.7.4.8. Instalações de gás - manutenção

1.7.4.9. Roubos, furtos e danos

1.7.4.10. Playground e piscinas

1.8. O síndico pode ser substituído

1.8.1. O momento da troca

1.9 Questões relativa ao síndico

 

Capítulo II - O CONDOMÍNIO

2.1. Conceito

2.2. A formação do condomínio - a convenção condominial

2.2.1. Cláusulas da convenção

2.3. O regulamento interno

2.4. Partes de um condomínio

2.4.1. Utilização da área comum

2.5. Extinção do condomínio

2.6 Questões relativa a condomínio

 

Capítulo III - ADMINISTRAÇÃO

3. Os outros membros da administração

3.1. O subsíndico

3.1.1. Eleição do subsíndico

3.1.2. Destituição do subsíndico

3.2. Conselho fiscal

3.2.1. Fundo de reserva

3.2.2. Transparência nas compras

3.2.3. Boas compras

3.2.4. Prestação de contas

3.2.5. Destituição do conselho fiscal

3.3. Conselho consultivo

3.3.1. Destituição do conselho consultivo

3.4 Questões sobre à administração

 

Capítulo IV - FUNCIONÁRIOS DO CONDOMÍNIO

4.1. Considerações iniciais

4.2. Zelador

4.2.1. Relacionamento com os moradores

4.2.2. Acúmulo de função

4.2.3. Limpeza de piscina

4.2.4. Reparos hidráulicos e elétricos

4.2.5. Residência do zelador

4.2.5.1. Salário-habitação

4.2.5.2. Natureza jurídica do imóvel cedido ao empregado

4.2.5.3. Empréstimo, locação tácita e comodato

4.2.5.4. Reintegração na posse

4.2.5.5. Onde propor a ação?

4.2.5.6. Aplicação subsidiária da Lei 8.245/91

4.2.6. Horas extras

4.2.7. Benesses do cargo

4.3. Porteiro, vigia ou guariteiro

4.3.1. Vigilante ou guarda de segurança

4.3.2. Escala de portaria em condomínios

4.3.2.1. Jornada 12 x 36

4.3.2.2. Intervalos de descanso na jornada 12 x 36

4.3.2.3. Domingos e feriados

4.3.3. Férias

4.3.4. Desvio de função

4.3.5. Equiparação salarial

4.3.5.1. Quem pode receber equiparação salarial?

4.3.5.2. Os requisitos para receber a equiparação salarial

4.3.5.2.1. Função

4.3.5.1.2. Localidade

4.3.5.1.3. Diferença de tempo

4.4. Pessoal de limpeza

4.4.1. Material de limpeza

4.5. Jornada de trabalho

4.5.1. Limitação da jornada

4.5.1.1. Hora diurna e hora noturna

4.5.1.2. Horas extras

4.5.1.3. Intervalo entre jornadas

4.6. Atrasos e faltas

4.6.1. Atrasos

4.6.2. Faltas

4.6.3. Repouso semanal remunerado

4.6.3.1. Permissão para trabalho em dias de repouso

4.7. Outras questões trabalhistas

4.7.1. Relação Anual de Informações Sociais - RAIS

4.7.2. PPRA e PCMSO

4.7.2.1. PPRA - Programa de Prevenção dos Riscos Ambientais

4.7.2.2. PCMSO - Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional

4.7.2.3. Conclusão

4.7.3. Fator Acidentário de Prevenção - FAP

4.7.4. Adicionais

4.7.4.1. Adicional de insalubridade

4.7.4.1.1. Atividades insalubres

4.7.4.2. Adicional noturno

4.7.4.3. Adicional de periculosidade

4.7.5. Contratação de autônomos

4.7.6. Vales

4.7.6.1. Vale-Alimentação (cesta básica)

4.7.6.2. Vale-Refeição

4.7.6.3. Vale-Transporte

4.7.7. Contrato de trabalho - CLT

4.7.7.1. Contrato de trabalho

4.7.7.2. Itens do contrato

4.7.7.3. Alteração contratual

4.7.7.4. Convenções coletivas

4.7.7.5. Contratos temporário e de experiência

4.7.7.6. Cláusulas

4.7.7.7. Prazos

4.7.7.8. Prorrogação

4.7.8. Problemas com funcionários

4.7.8.1. Advertência

4.7.8.2. Suspensão

4.7.8.3. Demissão por justa causa

4.7.8.4. Problemas com o empregador

4.8. Questões diversas

4.8.1. Escala de revezamento

4.8.2. Organização e qualidade nas condições de trabalho

4.8.2.1. Levantamento, transporte e descarga individual de materiais

4.8.2.2. Mobiliário dos postos de trabalho

4.8.2.3. Equipamentos dos postos de trabalho

4.8.2.4. Ambiente de trabalho

4.9. Conceito de terceirização

4.9.1. Contrato de emprego

4.9.1.1. Requisitos

4.9.1.2. Características

4.9.1.3. Classificação

4.9.2. Natureza jurídica da terceirização

4.9.2.1. Terceirização lícita e ilícita

4.9.2.2. Requisitos

4.9.2.3. Terceirização do trabalho e a responsabilidade do condomínio

4.9.2.4. A Súmula 331 do TST

4.9.3. Trabalho temporário

4.9.4. Responsabilidade solidária

4.9.4.1. Solidariedade ativa

4.9.4.2. Solidariedade passiva

4.9.5. Responsabilidade subsidiária

4.10. A rescisão do contrato de trabalho

4.10.1. Tipos de rescisão

4.10.1.1. Rescisão sem justa causa

4.10.1.2. Rescisão por justa causa

4.10.1.3. Rescisão indireta

4.10.1.4. Pedido de demissão

4.10.1.5. Rescisão contratual por comum acordo

4.10.2. Dispensa da homologação sindical da rescisão contratual

4.10.3. Tipos de pagamentos das verbas rescisórias

4.10.4. Termo de quitação anual

5. Questões sobre funcionários do condomínio

 

Capítulo V - ADMINISTRADORAS DE CONDOMÍNIOS

5.1. Função administrativa

5.2. Recursos humanos

5.3. A confecção da folha de pagamento

5.4. Vale-transporte, refeição, alimentação e convênios médicos

5.5. Salário família

5.6. Admissão e demissão

5.7. Treinamento

5.8. Empregados terceirizados

5.9. Gestão financeira

5.9.1. Conta vinculada

5.9.2. Conta pool

5.10. Previsão orçamentária

5.11. Assessoria jurídica

5.12. Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros - AVCB

5.12.1. Pré-vistoria

5.12.2. Documentação

5.13. Inadimplência

5.14. Prestação de contas

5.15. Questões sobre administradoras de condomínios

 

Capítulo VI - ASSEMBLEIAS

6.1. A assembleia ordinária

6.2. A assembleia extraordinária

6.3. Modo e forma de convocação

6.4. Quóruns

6.4.1. Especificação de quórum

6.5. Fração ideal

6.6. Utilização de procuração

6.7. Inquilinos em assembleias

6.7.1. O inquilino e a procuração

6.7.2. Inquilino síndico

6.8. Ata da assembleia

6.9. Assembleias virtuais

6.10. Questões sobre assembleias

 

Capítulo VII - DESPESAS CONDOMINIAIS

7.1. Quem responde pelas despesas condominiais

7.2. A natureza jurídica das despesas condominiais

7.2.1. As despesas ordinárias

7.2.2. As despesas extraordinárias

7.2.3. Algumas despesas não enumeradas expressamente pelos artigos 22 e 23 da Lei do Inquilinato

7.2.3.1. Lavagem e recuperação de fachada

7.2.3.2. Instalação de antena coletiva

7.2.3.3. Impermeabilizações

7.2.3.4. Substituição de coluna hidráulica, ramais, outras tubulações e condutores elétricos, com fins preventivos ou de reparação

7.2.3.5. Seguro obrigatório

7.2.3.6. Furto ou roubo de bens com previsão de responsabilidade em convenção

7.2.3.7. Despesas extraordinárias, se livremente pactuada

7.3. Imóvel fechado

7.4. Restrições ao condômino inadimplente

7.5. O condômino que litiga contra o condomínio

7.6. Inquilino que pagou despesas extraordinárias indevidamente

7.7. Código de defesa do consumidor nas relações condominiais

7.8. Descontos elevados para pagamento em dia

7.9. Imóveis no andar térreo

7.10. Alienação judicial em razão de despesas condominiais

7.11. Propositura de ação de cobrança

7.12. Cobrança de despesas em condomínio de um só dono?

7.13. Conclusões sobre despesas condominiais

7.13.1. Obrigações do condômino

7.13.2. Relações entre locador e locatário

7.14 Questões sobre despesas condominiais

 

Capítulo VIII - INADIMPLÊNCIA EM CONDOMÍNIOS

8.1. Introdução

8.2. O que diz a lei

8.3. Multa e juros sobre inadimplência condominial

8.4. Penalidades legais ao inadimplente do condomínio

8.4.1. Multa de 2%, juros e proibição de votar

8.4.2. Protesto de boletos vencidos

8.4.3. Lista com nome de devedores

8.4.4. Suspensão do uso de áreas de lazer do condomínio

8.4.5. Corte de fornecimento de água

8.4.6. Penhora

8.4.7. Inscrição órgãos de proteção ao crédito

8.4.8. Multa pós-condenação na Justiça

8.4.9. Multa punitiva

8.4.10. Participação de inadimplentes em assembleias

8.5. Protesto de inadimplentes

8.5.1. Entenda

8.5.2. O que vem a ser um protesto

8.5.3. Cuidados

8.5.4. Precauções

8.5.5. Documentos necessários

8.5.6. Momento para efetivação do protesto

8.5.6.1. Acordos evitam protesto

8.5.7. Em São Paulo

8.5.8. Últimas considerações

8.6. Atraso de pagamento: forma de cálculo

8.6.1. Cálculo dos juros

8.6.1.1. Anatocismo

8.6.2. Cálculo da multa

8.6.2.1. Incidência da multa sobre os juros

8.6.3. Desconto para condômino em atraso

8.7. A prática processual da cobrança da inadimplência

8.7.1. Introdução

8.7.2. O atual Código de Processo Civil

8.7.3. A petição inicial

8.7.4. A citação do devedor

8.8. A resposta do condômino

8.9. Serviços de proteção ao crédito mais utilizados

8.9.1. SPC

8.9.2. SERASA

8.10. Questões sobre inadimplência em condomínios

 

Capítulo IX - LEGISLAÇÃO CONDOMINIAL

9.1. Considerações iniciais

9.2. Constituição Federal

9.3. Código Civil

9.3.1. Condomínio voluntário

9.3.2. Condomínio necessário

9.3.3. Condomínio edilício

9.3.4. Comentários ao Código Civil

9.3.4.1. Da administração do condomínio

9.3.4.3. Do condomínio necessário

9.3.4.4. Comentários à lei processual

9.3.4.5. Do condomínio edilício

9.3.4.6. Da administração do condomínio

9.3.4.7. Da extinção do condomínio

9.4. Código de Processo Civil

9.4.1. O peticionamento eletrônico com o novo CPC

9.4.1.1. Indicação de endereço eletrônico

9.4.1.2. Validade das informações prestadas pelos tribunais

9.4.1.3. Permitido o peticionamento em papel

9.4.1.4. Publicação no Diário de Justiça Eletrônico

9.4.1.5. Prazo contado em dobro

9.4.1.6. Citação por meio eletrônico

9.4.1.7. Intimação por meio eletrônico

9.4.1.8. Exigência de cadastro nos tribunais por empresas

9.4.1.9. Audiência de conciliação ou de mediação

9.4.1.10. Ata notarial

9.4.1.11. Fotografia digital e mensagem eletrônica impressa

9.4.1.12. Força probante do documento eletrônico

9.4.1.13. Leilão judicial eletrônico

9.4.1.14. Mandado de levantamento

9.4.1.15. Porte de remessa e de retorno

9.4.1.16. Agravo de instrumento eletrônico

9.4.1.17. Comprovação de dissídio jurisprudencial - Recursos extraordinário e especial

9.4.1.18. Embargos de divergência

9.4.2. Ordem cronológica de julgamento e o processo eletrônico

9.5. Lei 4.591/64, Lei do Condomínio em Edificações

9.5.1. A Lei 4.591/64 e sua história

9.5.2. Surge o Código Civil de 2002

9.5.3. O Código Civil revogou a Lei 4.591/64?

9.5.4. A Lei 4.591/64 comentada

9.5.4.1. Da convenção de condomínio

9.5.4.2. Das despesas do condomínio

9.5.4.3. Do seguro, do incêndio, da demolição e da reconstrução obrigatória

9.5.4.4. Utilização da edificação ou do conjunto de edificações

9.5.4.5. Da administração do condomínio

9.5.4.6. Da assembleia geral

9.6. Lei 8.245/91, Lei de Locação dos Imóveis Urbanos

9.7. Lei 13.146/15, Estatuto da Pessoa com Deficiência

9.8. Lei 9.294/96, Lei antifumo (Federal)

9.9. Lei 13.541/09, Lei antifumo (São Paulo)

9.10. Vale-transporte

9.11. A Lei Geral de Proteção de Dados nos condomínios

9.12. As leis do condomínio - Convenção e regulamento interno

9.12.1. Decisões assemblares

9.13. Atritos com as leis

9.14. Questões sobre legislação condominial

 

Capítulo X - OBRAS NOS CONDOMÍNIOS

10.1. Peculiaridades

10.2. Obras necessárias, úteis e voluptuárias

10.3. A legalidade da obra

10.4. A Norma NBR 16.280

10.4.1. Responsabilidade

10.4.2. Custos das obras no condomínio

10.4.3. Infrações

10.5. Conclusão

10.6. Questões sobre obras nos condomínios

 

Capítulo XI - GARAGENS EM CONDOMÍNIOS

11.1. Carro maior que a vaga

11.2. Utilização diversa ao permitido

11.3. Carro e moto ou bicicleta na mesma vaga

11.4. Controle de acesso

11.5. Falta de vagas para todos

11.5.1. Sorteio de vagas

11.5.1.1. Permanentes ou rotativas

11.5.1.2. Tipos de sorteio

11.5.1.3. Depois da assembleia

11.6. Responsabilidade do morador

11.7. Otimização de vagas

11.8. Inadimplentes

11.9. Convocação da assembleia

11.10. Portadores de necessidades especiais

11.11. Danos em veículos

11.12. Roubos e furtos em garagens

11.13. Lavagem de veículos

11.14. Entrada e saída 24 horas

11.15. Utilização da garagem por visitantes

11.16. Locação a terceiros

11.16.1. O parágrafo 1º do artigo 1.331

11.16.2. Sublocação

11.17. Questões sobre garagens em condomínios

 

Capítulo XII - OS TRIBUTOS EM RELAÇÃO AO ADVOGADO E AO CONDOMÍNIO

12.1. A tributação do advogado autônomo

12.1.1. Tributo municipal - ISS

12.1.2. Tributos federais

12.1.2.1. INSS

12.1.2.2. Imposto de Renda Pessoa Física – IRPF

12.2. A tributação do condomínio

12.2.1. Imposto de Renda

12.2.1.1. Síndico

12.2.1.2. Condôminos

12.2.1.3. DIRF (Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte)

12.3. Recolhimento de tributos

12.3.1. Programa de Integração Social – PIS

12.3.1.1. Critérios para obtenção do abono

12.3.1.2. Finalidade do programa

12.3.1.3. Cadastramento no PIS

12.3.2. Contribuição sindical

12.3.2.1. Obrigação dos condomínios

12.3.2.2. Recolhimento da contribuição sindical

12.3.2.3. Modalidades de contribuições sindicais patronais

12.3.3. FGTS

12.3.3.1. Direito ao benefício

12.3.3.2. Responsável pelo depósito

12.3.3.3. Valor do depósito

12.3.4. INSS

12.3.5. IPTU

12.3.6. COFINS

 

Capítulo XIII - SEGURANÇA E MANUTENÇÃO DO CONDOMÍNIO

13.1. Segurança

13.1.1. Segurança patrimonial

13.1.2. Segurança na prevenção de acidentes e incêndios

13.1.2.1. Equipamentos de proteção individual - EPI

13.1.2.2. Obrigações do empregador

13.1.2.3. Obrigações do empregado

13.1.2.4. Obrigações do fabricante ou importador

13.1.2.5. Lista de equipamentos de proteção individual

13.1.2.6. Alarme de incêndio

13.1.2.7. Extintores de incêndio

13.2. Manutenção do condomínio

13.2.1. Energia elétrica

13.2.2. Água

13.2.3. Limpeza do condomínio

13.2.4. Antenas

13.2.5. Telhado

13.3.  Questões sobre segurança e manutenção em condomínio

 

Capítulo XIV - SEGURO PARA PROTEÇÃO DE BENS PREDIAIS

14.1. O contrato de seguro

14.2. Perda do direito de seguro

 

Capítulo XV - O DIREITO DE VIZINHANÇA

15.1. Condômino antissocial

15.2. Punições

15.3. Comportamento no condomínio

15.4. Questões sobre direito de vizinhança

 

ÍNDICE DOS MODELOS PRÁTICOS ONLINE

PRÁTICA CONDOMINIAL

1. Modelo de ata de convocação de assembléia de constituição de condomínio

2. Modelo de ata de assembléia de constituição de condomínio

3. Modelo de regimento interno de condomínio residencial

4. Modelo de regimento interno de condomínio comercial

5. Modelo de termo de aceite de áreas comuns

6. Modelo de convocação de assembleia geral ordinária

7. Modelo de convocação de assembleia geral ordinária - por condômino

8. Modelo de convocação de assembleia geral extraordinária

9. Modelo de convocação de assembleia geral extraordinária - por condômino

10. Modelo de instrumento de procuração para assembleia - sem substabelecimento

11. Modelo de instrumento de procuração para assembleia - com substabelecimento

12. Modelo de instrumento de substabelecimento

13. Modelo de certidão negativa de débito condominial

14. Modelo de apresentação de novo síndico

15. Modelo de comunicação de renúncia do síndico

16. Modelo de boas-vindas a novo morador

17. Modelo de solicitação de início de obra dentro de unidade

18. Modelo de autorização de início de obra dentro de unidade

19. Modelo de solicitação de regularização de obra

20. Modelo de solicitação de interrupção de obra

21. Modelo de aplicação de advertência a morador

22. Modelo de multa aplicada a morador

23. Modelo de multa a condômino antissocial

24. Modelo de recurso contra imposição de multa

25. Modelo de comunicação de cancelamento de multa

26. Modelo de contrato de experiência

27. Modelo de termo de prorrogação do contrato de experiência

28. Modelo de comprovante de devolução da carteira profissional

29. Modelo de aviso de férias com 30 dias de antecedência 

30. Modelo de recibo de pagamento de férias

31. Modelo de advertência a funcionário

32. Modelo de comunicação de suspensão a funcionário

33. Modelo de dispensa sem justa causa - com aviso prévio

34. Modelo de dispensa sem justa causa - sem aviso prévio 

35. Modelo de dispensa por justa causa

36. Modelo de comprovante de entrega de uniforme aos funcionários

37. Modelo de comprovante de entrega de EPIs aos funcionários

38. Modelo de solicitação de Vale-Transporte

39. Modelo de declaração de encargos para fins de imposto de renda

40. Modelo de termo de responsabilidade para fins de salário-família

41. Modelo de contrato de prestação de serviço de consultoria jurídica

42. Modelo de comunicação de débito de taxa condominial

43. Modelo de cobrança de débito de taxa condominial

44. Modelo de instrumento de confissão de dívida

45. Modelo de reclamação ao síndico

46. Modelo de termo de locação de salão de festas

47. Modelo de entrega de chaves de salão de festas a morador

48. Modelo de termo de devolução de chaves de salão de festas ao condomínio

49. Modelo de notificação de serviço executado em desacordo

50. Modelo de termo de troca de gestão

51. Modelo de contrato de administração de condomínio

 

PRÁTICA PROCESSUAL

1. Ação de cobrança de condomínio - Juizado Especial Cível - Aplicação multa de 20%

2. Ação de cobrança de condomínio - Justiça comum - Aplicação multa de 2%.

3. Ação de execução de acordo extrajudicial de cobrança de condomínio sem homologação judicial

4. Ação de execução de título judicial - Acordo extrajudicial de condomínio homologado judicialmente

5. Ação de conhecimento para condenação em obrigação de fazer, com pedido liminar, interposta em face de condomínio residencial que locava salão de festas, ultrapassando horário permitido para emissão de ruídos, causando incômodos a vizinhança

6. Ação de obrigação de não fazer - Barulho de vizinhos

7. Ação de prestação de contas contra ex-administrador de condomínio

8. Ação de reparação por danos morais movida por síndico de condomínio contra moradora que o agrediu, verbalmente, em Assembleia de condôminos

9. Ação de alienação judicial de coisa comum com extinção de condomínio

10. Medida cautelar para sustar efeitos de deliberação em Assembleia Geral Ordinária que elegeu síndico em condomínio

11. Contestação à ação de cobrança de condomínio - Preliminares de inépcia, litispendência e conexão, mérito com inaplicabilidade de multa e juros moratórios por falta de previsão

12. Contestação ação de cobrança de condomínio - Preliminares de interesse de agir, ilegitimidade de parte, mérito com chamamento ao processo e pedido contraposto

13. Ação anulatória de multa condominial com pedido de tutela antecipada

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

    Confira os produtos